Pages

Subscribe:

29 julho 2013

Eu e o Fracasso do Implante Coclear.


Sempre evitei falar nesse assunto durante muito tempo, hoje encaro com naturalidade, porém não perco a esperança. Foi o fato de eu não ter sido aceita para cirurgia do Implante Coclear.
Tinha 15 anos e já estava a todo vapor na internet e tinha Orkut, foi nesta extinta rede social que descobri sobre o Implante Coclear, pesquisei bastante e anotei o nome do Hospital e telefone para contatos e dei para minha mãe ligar. A clínica ficava em São Paulo (esqueci o nome do hospital) e mamãe pegou todas as informações com os médicos, como moramos em Macapá e não tínhamos como viajar a São Paulo para fazer todos os exames, resolvermos fazer na nossa cidade. Os médicos pediram, especificamente, ressonância magnética Cerebral e audiometria e assim que ficassem prontos era para mandarmos para São Paulo, através do correio.
No decorrer de tudo, já feito os exames e voltando na consulta, o meu neurocirurgião e otorrinolaringologista passaram o diagnóstico da minha surdez e sequela pra mamãe, na audiometria constatou, como sempre, Perda auditiva neurossensorial e na ressonância foi constatada sequela no nervo auditivo, que é atrofiado. Beleza, mandamos os exames para São Paulo e pronto. A carta demorou um mês para chegar. Foi uma alegria que durou minutos, na carta dizia que eu não podia fazer parte do programa, pois como tenho o nervo auditivo atrofiado, o Implante Coclear será ineficiente e para que a cirurgia tenha sucesso, é necessário que meu nervo auditivo esteja em perfeito estado.
Bom, essa triste notícia, pra minha surpresa, foi uma baita surpresa, imaginem eu com 15 anos, inexperiente, nunca tinha beijado (isso mesmo rsrs), chorando e desesperada achando que era o fim do mundo, pois acreditava que isso ia curar minha audição (isso mesmo!) e meus pais viram e começaram a chorar também, acredito que a dor deles foi maior que a minha, enfim, foi um dos dias mais tristes da minha vida e demorei um bom tempo para recuperar. Hoje estou assim: de tanto que eu leio nos Blogs sobre o sucesso do implante coclear, mesmo sabendo que não sou candidata ideal, bate uma vontade, uma esperança, já não penso na cura, e sim, na possibilidade de melhorar minha audição e fazer menos uso da leitura labial. E pra minha alegria, no ano passado, descobri que existe o Implante Auditivo de Tronco Encefálico, através do Blog Desculpe Não Ouvi de Lak Lobato, mais conhecido como ABI (Informações sobre este implante Aqui), que é específico para sequelas como a minha (é uma hipótese! só o médico poderá dizer).
Eu já conversei com a mamãe sobre isso, para fazer o procedimento de novo, só que dessa vez iremos para São Paulo. Enfim, nada foi decidido ainda, mas acendeu uma pontada de esperança! A conclusão que tirei disso foi: não perca a esperança, não sinta vergonha de dizer que você tem vontade de melhorar sua audição, que ouvir é lindo, a música é linda, o choro de um bebê, a risada de uma criança etc. Consigo ouvir esses sons, só que, bem, preciso de muito esforço para ouvir. Então vou encarar essa jornada, não sei quando começarei, espero que seja em breve, bateu um medinho enorme no meu coração, o medo do fracasso, mas vou encarar.


Beijos de Gabi!

7 Comente!:

Silveira Pâmella disse...

Jamais perca a esperança e a fé. No momento certo tudo vai dar certo. Torço por isso!

Nelle Gomes disse...

Sempre há esperança gabi... é por tudo isso que admiro a mulher que vc é, apesar de todas as dificuldades até então vividas, vc sorrir p tudo e todos. Eu dou valor as coisas simples, como o canto de um pássaro, o som do vento, a melodia de uma música... mas tem pessoas q tem tudo e ainda reclamam desse tudo. Que Deus lhe abençoe Gabi, e lembre q ele não nos da o fardo maior do que podemos carregar... bjo no seu coração, precisando estou aqui viu, gosto de vc de graça e já lhe disse isso.

Nelle Gomes disse...

Sempre há esperança gabi... é por tudo isso que admiro a mulher que vc é, apesar de todas as dificuldades até então vividas, vc sorrir p tudo e todos. Eu dou valor as coisas simples, como o canto de um pássaro, o som do vento, a melodia de uma música... mas tem pessoas q tem tudo e ainda reclamam desse tudo. Que Deus lhe abençoe Gabi, e lembre q ele não nos da o fardo maior do que podemos carregar... bjo no seu coração, precisando estou aqui viu, gosto de vc de graça e já lhe disse isso.

Gabi VA. disse...

Olá Ellen, desculpe o seu nome, pois no meu celular está registrado no google com o seu nome assim hehe, vou arrumar aqui.

Obrigada pelas palavras, sempre ter esperanças!

Gabi VA. disse...

Olá Pâmela, obrigada pelas palvras! Saudades viu! hehe

Rafaela Oliveira disse...

Tenho ceteza q tudo vai dar certo, to aqui torcendo smpre por vc bj

Gabi VA. disse...

Prima Rafa Obrigada, bora ver como vai ficar o negócio!

Postar um comentário

Quero Comentários!